1 de fev de 2017

Embaixada de Cuba no Brasil comemora o 164° aniversário do nascimento de José Martí e o 58° do triunfo da Revolução

Brasília, 31 de janeiro.

No Museu Nacional localizado na capital de Brasil, com a presença de representantes de organizações sociais, movimentos sindicais, de solidariedade com Cuba, partidos políticos, intelectuais, parlamentares amigos, cubanos residentes no Brasil e corpo diplomático, os trabalhadores da Embaixada da República de Cuba comemoraram o 164° aniversário do nascimento de José Martí e o 58° do triunfo da Revolução Cubana, no dia 1° de janeiro de 1959.

As palavras centrais do ato estiveram a cargo do ministro conselheiro e encarregado de negócios Homero Saker, quem realçou as qualidades e o legado histórico de José Martí, com particular ênfase na unidade de todos os cubanos, como uma condição imprescindível para forjar a vitória e garantir a força de nossa obra contemporânea.

“Hoje o comandante em chefe Fidel Castro não está fisicamente entre nós”, assinalou Saker, “mas posso lhes assegurar que viverá para sempre no coração dos revolucionários de todo o mundo. ”



Como homenagem a estas duas importantes efemérides e ao Líder Histórico da Revolução Cubana, foram projetados o documentário “Meu irmão Fidel” e, da série “Razões de Cuba”, o conceito de Revolução.

Para a atividade cultural estiveram animando a noite os destacados músicos brasileiros Marcio Bomfin, acompanhado de seu colega Jorge Abreu, aos quais somaram-se os músicos cubanos Héctor Lores e Alexis, ambos membros da Associação Nacional de Cubanos Residentes no Brasil (ANCREB-JM).


Sem dúvida alguma a atividade representou uma digna e merecida homenagem ao “maestro” (professor) da obra da revolução, ao nascimento e triunfo da Revolução Cubana, já há mais de meio século, e ao líder histórico da Revolução, Fidel Castro Ruz.




Publicado originalmente em: www.facebook.com/embajadacubanabrasil/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário