10 de jun de 2015

XXII CONVENÇÃO NACIONAL DE SOLIDARIEDADE A CUBA - RECIFE - PE




A abertura da Convenção foi na cidade de Olinda, com apresentação de grupo musical e da exposição fotográfica "Fidel es Fidel", de Roberto Chile. 




As atividades prosseguiram até sábado no campus da Universidade Federal de Pernambuco.




Discussão sobre a guerra midiática contra Cuba na XXII Convenção Nacional Recife -PE 



No último dia da Convenção, Gerardo comoveu alguns dos participantes que estiveram empenhados nas campanhas pela libertação dos cinco cubanos, agradecendo a solidariedade dos brasileiros e reafirmando a confiança dos patriotas cubanos na promessa de Fidel Castro sobre o seu retorno. Gerardo falou da sua vida após os 16 anos de cárcere ilegal nos EUA. "Não se confundam: se não fosse o trabalho abnegado de vocês, não haveria liberdade, porque ninguém se interessaria por cinco rapazes desconhecidos," disse.



Com a participação de mais de 475 delegados, representantes dos estados do país e do Distrito Federal de 53 associações de solidariedade, partidos, sindicatos e movimentos sociais, e com a presença de quatro convidados, foi celebrado no estado de Pernambuco a XXII Convenção Nacional de Solidariedade a Cuba, que teve como premissa a comemoração da volta dos Cinco Heróis e o fim do bloqueio a Cuba. O evento contou com a presença especial de Gerardo Hernández Nordelo, Herói da República de Cuba.

Durante o evento, a embaixadora de Cuba na nação sul-americana, Marielena Ruiz Capote, reconheceu o Movimento Brasileiro de Solidariedade a Cuba pelo incansável trabalho desenvolvido durante mais de 50 anos, a favor das causas justas do povo cubano.



Os debates incluíram uma recordação das principais iniciativas desenvolvidas nos últimos dois anos pelas diversas organizações, assim como uma reflexão sobre os novos rumos do trabalho de solidariedade. Em sua declaração final, os participantes pediram o fim do criminoso e desumano bloqueio econômico, comercial e financeiro que os Estados Unidos mantêm contra Cuba há mais de cinco décadas, assim como a devolução a Cuba do território ilegalmente ocupado pela Base Naval em Guantánamo.




Gerardo Hernández Nordelo, herói cubano, com o boné que recebeu dos integrantes do MST ao chegar na Convenção.  Emoção !





Gerardo Hernández